A Divulgação Científica e a Inclusão Social

Camila Binhardi Natal, Marcia Helena Alvim

Resumo


Este trabalho objetiva analisar a divulgação científica a partir de sua dimensão inclusiva, com o intuito de estimular reflexões acerca de seu potencial enquanto instrumento de transformação social. A relevância desse tema justifica-se em virtude do importante papel que a divulgação científica pode desempenhar na atenuação de um dos mais estruturais aspectos da desigualdade social: a democratização do acesso à cultura e à educação de qualidade. Dado o exposto, nossa pesquisa parte da questão: como a divulgação científica pode contribuir, efetivamente, para a inclusão social? Serão desenvolvidas análises e reflexões teóricas acerca do tema, ilustradas por exemplos e fundamentadas por algumas de suas principais referências bibliográficas na atualidade. A partir das pesquisas desenvolvidas neste trabalho, indicamos, como resultados parciais de nossa análise teórica, as seguintes considerações: o potencial educativo e inclusivo da divulgação científica, em sentido amplo – isto é, para além da educação formal – é evidente e, praticamente, consensual. Sua efetividade em larga escala, porém, depende de sua institucionalização, que viabilizaria o necessário apoio a iniciativas dessa natureza. A ausência de políticas públicas relativas à área, bem como a extinção da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social – a partir da fusão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação com o Ministério das Comunicações, em 2016 –, por exemplo, no entanto, tendem a comprometer a oferta de oportunidades e a realização de ações de modo sistemático, regular e abrangente.

Palavras-chave


Divulgação científica; acesso à educação; inclusão social; cidadania

Texto completo:

PDF


Indexadores: