Comunicação Pública da Ciência e as pesquisas sobre o Pantanal: reflexões sobre as assessorias de comunicação em universidades públicas

Luana Rodrigues Campos

Resumo


RESUMO

O Pantanal, a maior planície alagadiça do planeta, caracteriza-se por seu regime de secas e cheias e pelo mosaico de diferentes biomas que o compõe. É um dos ecossistemas mais abundantes em biodiversidade do mundo, reconhecido como Patrimônio Natural da Humanidade e Reserva da Biosfera. No entanto, atuais tendências de desenvolvimento econômico têm causado profundos impactos ambientais ameaçando o equilíbrio natural da região. Diante dos desafios que o bioma enfrenta este artigo busca, de forma sucinta, refletir sobre a responsabilidade e importância das Assessorias de Comunicação das instituições públicas de ensino e pesquisa do estado de Mato Grosso do Sul - que congrega a maior parte do bioma - no processo de democratização do conhecimento científico que produzem sobre a região. O Jornalismo Científico enquanto ferramenta para a democracia (HERNANDO, 2002) fornece conhecimento aos cidadãos para que possam avaliar o que está sendo feito com relação ao desenvolvimento científico e tecnológico e verificar se está de acordo com seus interesses e necessidades. Assim podem compartilhar com políticos e cientistas a capacidade de tomar decisões sobre questões graves que esse desenvolvimento representa, principalmente, no que tange o uso de recursos naturais.

Palavras-chave: Pantanal; Divulgação Científica; Assessoria de Comunicação; Comunicação Pública.

ABSTRACT

The Pantanal, the largest swampy plain on the planet, is characterized by its regime of droughts and floods and by the mosaic of different biomes that compose it. It is one of the most abundant biodiversity ecosystems in the world, recognized as Natural Heritage of Humanity and Biosphere Reserve. However, current trends of economic development have caused profound environmental impacts threatening the natural balance of the region. Faced with the challenges the biome pass through, this article seeks, in a succinct way, to reflect on the responsibility and importance of the Communication Advisory of the public institutions of education and research of the state of Mato Grosso do Sul - which congregates most of the biome - in democratizing the scientific knowledge they produce about the region. Scientific Journalism as a tool for democracy (HERNANDO, 2002) provides citizens with knowledge so that they can assess what is being done in relation to scientific and technological development and verify that it is in accordance with their interests and needs. Thus, they can share with politicians and scientists the capacity to make decisions on serious issues that this development represents, especially, regarding the use of natural resources.

Keywords: Pantanal; Scientific divulgation; Communication Advisory; Public Communication.


Palavras-chave


Pantanal; Divulgação Científica; Assessoria de Comunicação; Comunicação Pública

Texto completo:

PDF


Indexadores: