RITA: Divulgação Científica na Escola através de canções do Rock

Emerson Ferreira Gomes, Luis Paulo de Carvalho Piassi

Resumo


Esta pesquisa busca, numa interface entre Ciência e Arte, analisar o uso de canções do rock n’roll para processos de divulgação científica na escola. Para isto foram identificadas no discursos dessas canções, elementos que possibilitaram reflexões no âmbito conceitual, epistemológico e sociopolítico sobre a ciência. O objeto de estudo neste artigo foi a canção “Space Oddity” de David Bowie suas representações sobre a astronomia e as missões espaciais. O uso do rock justificou-se pelo fato de temas sobre exploração espacial aparecerem no trabalho de diversos artistas desse estilo musical, permitindo reflexões em nível conceitual, epistemológico e sociopolítico sobre a ciência, a tecnologia e suas relações com a sociedade e o ambiente. Essas canções foram selecionadas entre os diversos gêneros de rock, e analisadas a partir de referenciais. As atividades de divulgação científica foram realizadas em projetos de ensino não formal em escolas públicas. No processo de intervenção, foram desenvolvidas atividades que envolviam leitura-comentada da canção, identificando na letra, melodia e harmonia, aspectos que evidenciavam um discurso crítico sobre a ciência e sua relação com a sociedade e o ambiente. Como referencial norteador dessas etapas, nos valemos das teorias socioculturais de Lev Vigotski, Georges Snyders e Paulo Feire.


Palavras-chave


Rock e Ciência; Educação Não- Formal; Divulgação Científica

Texto completo:

PDF


Indexadores: