O Jornal Rascunho e a questão dos suplementos literários no Brasil contemporâneo

Bianca Ferraz Bitencourt

Resumo


Este trabalho tem como objetivo indicar perspectivas para se pensar como a crítica literária se apresenta no Brasil contemporâneo. Essa discussão perpassa, obrigatoriamente, a trajetória percorrida pela imprensa e pela literatura no País, levando em consideração o papel dos periódicos para o desenvolvimento da crítica literária. Tenciona-se também refletir sobre a maneira como a literatura se manifesta na imprensa atual, considerando que grande parte dos suplementos literários não mais existe. Para isso, o corpus escolhido como objeto de estudo foi o Jornal Rascunho, de Curitiba. A partir dele, pretende-se pensar como se constrói o discurso da crítica literária contemporânea dentro de um jornal especializado que tem, portanto, um público-alvo específico e formas de circulação diferentes das existentes nos suplementos literários das décadas anteriores. Não há o intuito de responder a todas as problematizações colocadas, mas se espera que as questões indicadas neste artigo possam servir de base para estudos que se dediquem à crítica literária brasileira, criando possibilidades de análise e caminhos para uma reflexão sobre essa prática na atualidade.


Texto completo:

PDF


Indexadores: