Observação e experiência de aprendizagem musical com os ogãs de um centro umbandista de Campinas-SP

Nathan Tejada Podesta

Resumo


Este artigo consiste em um relato crítico, sob a luz de Ortiz (1999), da minha experiência com os ogãs da Comunidade Espírita Umbandista Girassol – CEUG. Tento observar como se desenvolvem seus processos de educação musical através das forças sociais que agem sobre os indivíduos na comunidade e determinam os seus comportamentos em relação aos conhecimentos. Pode-se observar que suas aprendizagens desenvolvem-se vinculadas às práticas rituais coletivas e não são sistematizadas através de um currículo pré-definido. Elas incluem aprendizagens musicais, de valores sociais, morais, religiosos, bem como a aprendizagem da função de um ogã no culto ritualístico. Contudo, suas práticas e seus conhecimentos são organizados e existem regras lógicas que estruturam a tentativa de implantação da comunidade umbandista enquanto instituição social que visa atender pessoas desassistidas pelo poder público ou atordoadas por problemas pessoais. Obviamente os ogãs constituem apenas uma parcela da comunidade umbandista que é dirigida pelo Babalorixá Edilson Marcos Vicentin. Observando a tentativa de sistematização de suas práticas, percebemos que o ritual não pode ser sistematizado, mas as regras que o organizam e se aplicam a todos sim. Pode-se perceber também que as práticas religiosas estão em constantes transformações e isso obriga que os ogãs desenvolvam estratégias de aprendizagem para satisfazer as exigências por novos saberes que a atuação no culto lhes impõe. Muitos ogãs possuem grande domínio da utilização da música no ritual, que decorre de suas experiências vivenciadas uns com os outros, com os Orixás e os espíritos que submetidos à hierarquia religiosa umbandista. Existe uma hierarquização do cosmo religioso e da comunidade social e uma rede de interdependência entre eles. Os relacionamentos que se desenvolvem resultam em trocas de informações e na formação (muitas vezes inconsciente) de conceitos e crenças que encontram sua sustentação no âmbito da fé.


Texto completo:

PDF


Indexadores: