Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Trabalhos em Linguística Aplicada?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

Os trabalhos apresentados para avaliação devem ser submetidos on-line, no endereço http://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/. Aí estarão especificados os procedimentos para o cadastro do autor e remissão do respectivo artigo para avaliação. O autor deverá preencher o cadastro completo, incluindo instituição, cidade e país. Toda comunicação a respeito do processo de avaliação do artigo será feita on-line, através do mesmo sistema.

I. PRINCÍPIOS GERAIS

Serão aceitos os seguintes textos:

1) Artigos de, no máximo, 12 mil palavras.

2) Traduções comentadas e entrevistas de, no máximo, 10 mil palavras.

3) Resenhas de, no máximo, 8 mil palavras, de livro recentemente publicado, que deverão seguir as mesmas normas dos artigos.

II. ESTRUTURA DOS TRABALHOS

1. Identificação

a) Os artigos devem ser enviados sem o nome do autor, com DOIS Títulos na primeira página, um em português e outro em inglês;

b) Os artigos devem ser enviados em formato word.doc;

c) As resenhas devem vir acompanhadas de todas as informações para a identificação do livro ou da fonte de referência (autor, título original, tradutor, se houver, edição, local, editora, ano de publicação).

d) Quando o artigo fizer referências a trabalhos do próprio autor - possibilitando, portanto, sua identificação - as citações no corpo do texto e nas Referências Bibliográficas devem vir como nos exemplos a seguir. Exemplo: AUTOR (2004); AUTOR (2009).

2. Composição do texto e formatação

a) O corpo do texto deve ser digitado em formato WORD, espaço 1.15, fonte Times New Roman, nº 12;

b) Ênfases no texto: em itálico;

c) Não utilizar: idem ou idem, ibidem;

d) As ilustrações (tabelas, gráficos, desenhos, quadros, árvores, mapas e fotografias) necessários à compreensão do texto, devem ser editados em preto e branco, com numeração e título (apenas a letra inicial em maiúscula), e devem chegar com boa resolução gráfica;
Exemplo: Tabela 1 - Conteúdos necessários para um LD ser considerado bom ou ótimo, segundo os alunos pesquisados;

e) Resumo - após o título, deverão ser incluídos DOIS resumos de até 300 palavras cada um, digitados em espaço 1, fonte Times New Roman, nº 11. O primeiro deverá ser redigido na língua original do artigo: português, inglês, francês ou espanhol (RESUMO / ABSTRACT / RESUMÉ / RESUMEN); o segundo em língua inglesa. Se o artigo for escrito em inglês, o outro resumo deverá ser em português;

f) Palavras-chave: Após cada um dos resumos, deverão constar três palavras-chave, em negrito, na língua em que estiver escrito o resumo (Palavras-chave, Keywords / Mots-clés / Palabras-clave).

3. Referências do texto

a) Referências a autores

As referências a autores devem ser feitas no corpo do texto e ser acompanhadas das seguintes informações, conforme exemplos abaixo:

1) sobrenome do autor e ano de publicação entre parênteses, quando não houver citação textual.
Exemplo: Ressaltamos que Gramsci (1977) julgava primordial que se priorizasse a criatividade em detrimento da atividade...

2) sobrenome do autor, com o ano e a página entre parênteses, nos casos em que houver citação textual.
Exemplo: Neste sentido, segundo Derrida (2002, p. 64), "a tradução promete um reino de reconciliação das línguas".

3) sobrenome do autor em MAIÚSCULA, seguido do ano de publicação, quando o sobrenome do autor estiver entre parênteses.
Exemplo: A tradução passa a ser concebida como um ato de interpretação, sempre provisório, que exerce influências sobre o tradutor e que tem uma relação particular com cada língua (MITTMANN, 2003).

b) Citações

Citações com até três linhas permanecem no corpo do texto, destacadas apenas por aspas e sem itálico.
Citações de mais de três linhas devem vir SEM ASPAS, sem itálico, destacadas em parágrafo próprio, em espaço "simples", com letra de tamanho nº 11, com recuo de três centímetros das duas margens esquerda e direita do texto e separadas dos parágrafos anterior e posterior por uma linha a mais.

c) Notas de rodapé

Devem ser apenas de caráter explicativo e constar como números sobreescritos no corpo do texto, remetendo aos respectivos números no rodapé da página. Devem ser escritas na letra do texto, nº 10.

d) Referências Bibliográficas

Três linhas abaixo do final do texto do artigo, digitar: Referências Bibliográficas (que incluem as Referências Bibliográficas e as eletrônicas).

1) Sobrenomes - de todos os autores citados no corpo do texto devem vir nesta seção elencados em ordem alfabética, em caixa alta, seguidos das primeiras dos demais nomes, como no exemplo:
BARROS, D.L.P.
COURTÉS, J.

2) Ano da versão original - deve vir entre parênteses, logo após o sobrenome do autor. Exemplo:
KOCH, I. V. (2003). Desvendando os segredos do Texto, 2ª Ed. São Paulo: Cortez.

3) Ano da versão traduzida/consultada - deve vir no final da referência, sem parênteses. Exemplo:
FREUD, S. (1900). A Interpretação dos Sonhos. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Trad. Walderedo Ismael de Oliveira. Rio de Janeiro: Imago, 1976, v. IV, V.

4) Referências a livros - Título da obra em itálico, seguido do nome do tradutor, se houver, nome da cidade, seguido de dois pontos, nome da Editora e número do volume. Exemplo:
LACAN, J. (1960-1961). O Seminário, livro 8, A Transferência, trad. Dulce Duque Estrada. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1992.

5) Referências a capítulos de livros - título em redondo (sem destaque), seguido do título da obra na qual o capítulo se insere em itálico, precedido de In, com dois pontos. Exemplo:
LIENHARD, M. (1995). La Percepción de las practicas "textuales" ameríndias. Apuntes para um debate interdisciplinario. In: Pizarro, A. (org.), America Latina: palabra, literatura y cultura. Campinas: Editora da Unicamp, v. III, pp. 169-185.

6) Referências a artigos de periódicos - título do artigo em redondo, seguido do nome do periódico em itálico, número do periódico e das páginas consultadas. Exemplo:
XAVIER, R.P.; URIO, E.D.W. (2006). O professor e o livro didático: Que relação é essa? Trabalhos em Linguística Aplicada. v. 45, nº 1, pp. 29-54.

7) Referências a dissertações e teses - título em itálico, seguido das demais informações, conforme o exemplo:
CARON, M.F. (2004). Os selos da exclusão: efeitos de poder do psicodiagnóstico. Tese de Doutorado em Linguística. Instituto de Estudos da Linguagem, Unicamp, Campinas.

8) Referência a documento eletrônico - informar o título do trabalho e demais dados da pesquisa. Exemplo:
SILVA, E.T. da. (1996). Livros didáticos: do ritual de passagem a ultrapassagem. Em aberto. Brasília, p. 8-11. Disponível em: Acesso em: 14 fev. 2009.

9) Referência a trabalhos apresentados em eventos (conferência, congresso, reunião, seminário, etc.): informar o título e demais dados do trabalho consultado. Exemplo:
ASSIS, S.N.L. de; ASSIS, R.E. de. (2003). Livro didático: Yes, Sir!. In: Anais do V Seminário de Línguas Estrangeiras: a formação do professor de línguas estrangeiras. Goiânia: Editora Vieira, pp. 312-319.
BRONCKART, J.-P. (1993). Aspects génériques, typiques ET singuliers de l'organisation textuelle; dês actions au discours. Conferência no Colóquio Texto e Compreensão. Universidad Complutense de Madrid. Madrid.
OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: o não cumprimento das Normas de Publicação implica a não-aceitação do artigo submetido.

Os trabalhos apresentados para avaliação devem ser submetidos on-line, no endereço http://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/. Aí estarão especificados os procedimentos para o cadastro do autor e remissão do respectivo artigo para avaliação. O autor deverá preencher o cadastro completo, incluindo instituição, cidade e país. Toda comunicação a respeito do processo de avaliação do artigo será feita on-line, através do mesmo sistema.

I. PRINCÍPIOS GERAIS
Serão aceitos os seguintes textos:

1) Artigos de, no mínimo, 8 mil e, no máximo, 12 mil palavras.

2) Artigos para os dossiês temáticos de, no mínimo, 10 mil e, no máximo, 20 mil palavras.

3) Traduções comentadas de, no máximo, 12 mil palavras, de artigos publicados, que deverão seguir as mesmas normas dos artigos.

4) Resenhas de, no máximo, 12 mil palavras, de livro recentemente publicado, que deverão seguir as mesmas normas dos artigos.

II. ESTRUTURA DOS TRABALHOS

1. Identificação
a) Os artigos devem ser enviados sem o nome do autor, com DOIS Títulos na primeira página, um em português e outro em inglês;

b) Os artigos devem ser enviados em formato word.doc;

c) As resenhas devem vir acompanhadas de todas as informações para a identificação do livro ou da fonte de referência (autor, título original, tradutor, se houver, edição, local, editora, ano de publicação).

d) Quando o artigo fizer referências a trabalhos do próprio autor - possibilitando, portanto, sua identificação - as citações no corpo do texto e nas Referências Bibliográficas devem vir como nos exemplos a seguir. Exemplo: AUTOR (2004); AUTOR (2009).

2. Composição do texto e formatação

a) O corpo do texto deve ser digitado em formato WORD, espaço 1.15, fonte Times New Roman, nº 12;

b) Ênfases no texto: em itálico;

c) Não utilizar: idem ou idem, ibidem;

d) As ilustrações (tabelas, gráficos, desenhos, quadros, árvores, mapas e fotografias) necessários à compreensão do texto, devem ser editados em preto e branco, com numeração e título (apenas a letra inicial em maiúscula), e devem chegar com boa resolução gráfica;
Exemplo: Tabela 1 - Conteúdos necessários para um LD ser considerado bom ou ótimo, segundo os alunos pesquisados;

e) Resumo - após o título, deverão ser incluídos DOIS resumos de até 300 palavras cada um, digitados em espaço 1, fonte Times New Roman, nº 11. O primeiro deverá ser redigido na língua original do artigo: português, inglês, francês ou espanhol (RESUMO / ABSTRACT / RESUMÉ / RESUMEN); o segundo em língua inglesa. Se o artigo for escrito em inglês, o outro resumo deverá ser em português;

f) Palavras-chave: Após cada um dos resumos, deverão constar três palavras-chave, em negrito, na língua em que estiver escrito o resumo (Palavras-chave, Keywords / Mots-clés / Palabras-clave).

3. Referências do texto

a) Referências a autores
As referências a autores devem ser feitas no corpo do texto e ser acompanhadas das seguintes informações, conforme exemplos abaixo:

1) sobrenome do autor e ano de publicação entre parênteses, quando não houver citação textual.
Exemplo: Ressaltamos que Gramsci (1977) julgava primordial que se priorizasse a criatividade em detrimento da atividade...

2) sobrenome do autor, com o ano e a página entre parênteses, nos casos em que houver citação textual.
Exemplo: Neste sentido, segundo Derrida (2002, p. 64), "a tradução promete um reino de reconciliação das línguas".

3) sobrenome do autor em MAIÚSCULA, seguido do ano de publicação, quando o sobrenome do autor estiver entre parênteses.
Exemplo: A tradução passa a ser concebida como um ato de interpretação, sempre provisório, que exerce influências sobre o tradutor e que tem uma relação particular com cada língua (MITTMANN, 2003).

b) Citações
Citações com até três linhas permanecem no corpo do texto, destacadas apenas por aspas e sem itálico.
Citações de mais de três linhas devem vir SEM ASPAS, sem itálico, destacadas em parágrafo próprio, em espaço "simples", com letra de tamanho nº 11, com recuo de três centímetros das duas margens esquerda e direita do texto e separadas dos parágrafos anterior e posterior por uma linha a mais.

c) Notas de rodapé
Devem ser apenas de caráter explicativo e constar como números sobreescritos no corpo do texto, remetendo aos respectivos números no rodapé da página. Devem ser escritas na letra do texto, nº 10.

d) Referências Bibliográficas
Três linhas abaixo do final do texto do artigo, digitar: Referências Bibliográficas (que incluem as Referências Bibliográficas e as eletrônicas).

1) Sobrenomes - de todos os autores citados no corpo do texto devem vir nesta seção elencados em ordem alfabética, em caixa alta, seguidos das primeiras dos demais nomes, como no exemplo:
BARROS, D.L.P.
COURTÉS, J.

2) Ano da versão original - deve vir entre parênteses, logo após o sobrenome do autor. Exemplo:
KOCH, I. V. (2003). Desvendando os segredos do Texto, 2ª Ed. São Paulo: Cortez.

3) Ano da versão traduzida/consultada - deve vir no final da referência, sem parênteses. Exemplo:
FREUD, S. (1900). A Interpretação dos Sonhos. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Trad. Walderedo Ismael de Oliveira. Rio de Janeiro: Imago, 1976, v. IV, V.

4) Referências a livros - Título da obra em itálico, seguido do nome do tradutor, se houver, nome da cidade, seguido de dois pontos, nome da Editora e número do volume. Exemplo:
LACAN, J. (1960-1961). O Seminário, livro 8, A Transferência, trad. Dulce Duque Estrada. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1992.

5) Referências a capítulos de livros - título em redondo (sem destaque), seguido do título da obra na qual o capítulo se insere em itálico, precedido de In, com dois pontos. Exemplo:
LIENHARD, M. (1995). La Percepción de las practicas "textuales" ameríndias. Apuntes para um debate interdisciplinario. In: Pizarro, A. (org.), America Latina: palabra, literatura y cultura. Campinas: Editora da Unicamp, v. III, pp. 169-185.

6) Referências a artigos de periódicos - título do artigo em redondo, seguido do nome do periódico em itálico, número do periódico e das páginas consultadas. Exemplo:
XAVIER, R.P.; URIO, E.D.W. (2006). O professor e o livro didático: Que relação é essa? Trabalhos em Linguística Aplicada. v. 45, nº 1, pp. 29-54.

7) Referências a dissertações e teses - título em itálico, seguido das demais informações, conforme o exemplo:
CARON, M.F. (2004). Os selos da exclusão: efeitos de poder do psicodiagnóstico. Tese de Doutorado em Linguística. Instituto de Estudos da Linguagem, Unicamp, Campinas.

8) Referência a documento eletrônico - informar o título do trabalho e demais dados da pesquisa. Exemplo:
SILVA, E.T. da. (1996). Livros didáticos: do ritual de passagem a ultrapassagem. Em aberto. Brasília, p. 8-11. Disponível em: Acesso em: 14 fev. 2009.

9) Referência a trabalhos apresentados em eventos (conferência, congresso, reunião, seminário, etc.): informar o título e demais dados do trabalho consultado. Exemplo:
ASSIS, S.N.L. de; ASSIS, R.E. de. (2003). Livro didático: Yes, Sir!. In: Anais do V Seminário de Línguas Estrangeiras: a formação do professor de línguas estrangeiras. Goiânia: Editora Vieira, pp. 312-319.
BRONCKART, J.-P. (1993). Aspects génériques, typiques ET singuliers de l'organisation textuelle; dês actions au discours. Conferência no Colóquio Texto e Compreensão. Universidad Complutense de Madrid. Madrid.
OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: o não cumprimento das Normas de Publicação implica a não-aceitação do artigo submetido.

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

 

Declaração de Direito Autoral

Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude da aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços de email neste site serão usados exclusivamente para os propósitos da revista, não estando disponíveis para outros fins.

 


Declaração de Acesso Aberto​ ​A revista Trabalhos em Linguística Aplicada (TLA) propicia ao público em geral acesso gratuito imediato a todas as suas publicações na Internet. Não há nenhum tipo de cobrança de taxas nem aos autores que publicam seus trabalhos na TLA nem a qualquer um de seus agentes financiadores. Todos os custos relativos a edição e publicação são garantidos pelas instituições públicas listadas em Patrocinadores, e ​ficam disponíveis para consulta na Internet pelo Scielo Brasil.