A POESIA EM DUCROT

Adilson Ventura da SILVA

Resumo


Neste trabalho buscamos entender a separação feita por O.Ducrot, em sua teoria sobre a argumentação na língua, entre a poesia e a argumentação. Partindo da hipótese de que, para ele, esta separação está posta na maneira como o discurso se apresenta frente à relação da língua com a enunciação, apresentamos o modo como ele pensa a poesia em dois textos ducrotianos. Depois, analisamos a palavra poesia nestes mesmos dois textos ducrotianos, sob a perspectiva da Semântica do Acontecimento e, por último, debatemos o modo como a poesia se relaciona com as noções de língua, enunciação, frase e enunciado, texto e discurso. Após percorrer este percurso, apresentamos os resultados a que chegamos.



Abstract

In this research, we seek to understand the division made by O. Ducrot in his theory on the language’s argument, between poetry and argument. Starting from the hypothesis that, for him, the division resides in the way the speech presents itself when it comes to the relationship of language and enunciation, we present the way as he thinks the poetry about two ducrotian texts. Then, we analyze the word ¨poetry¨ in two ducrotian texts, under the perspective of the Happening Semantics and, last, we debate the way poetry connects with the language’s notions, enunciation, phrase and enunciation, text and speech. After going through that whole path, we present the results we got.


Texto completo:

PDF