A DINÂMICA DA CRIAÇÃO DE MARCO ZERO, DE OSWALD DE ANDRADE

Ana Maria Formoso Cardoso e Silva

Resumo


Este artigo aborda o processo de criação de Marco Zero, ciclo de romances no qual Oswald de Andrade trabalhou por cerca de vinte anos. O percurso genético da obra foi marcado por inúmeras mudanças, que atingem desde o número de volumes planejados até detalhes da composição literária. Através da análise de passagens de dois manuscritos do primeiro volume do romance, procuramos mostrar que o constante repensar do texto gerou uma dinâmica particular, explicitada em rasuras e em diferentes versões que revelam pontos considerados importantes pelo escritor para a elaboração dessa obra com a qual pretendia atestar seu amadurecimento político e estético.

Texto completo:

PDF