A CIRCULAÇÃO DE ROMANCES NA BIBLIOTHECA NACIONAL E PÚBLICA DO RIO DE JANEIRO (1833-1856)

Débora Cristina Bondance Rocha

Resumo


No início do século XIX, funcionários da Bibliotheca Nacional e Pública do Rio de Janeiro decidiram registrar os pedidos de livro para leituras realizadas na instituição, assim como o nome dos leitores, com vistas a evitar danos ou perda do acervo, produzindo registros cotidianos com os títulos das obras e o nome daqueles que as consultavam. O resultado deste trabalho é os quatorze Códices de Consulta Pública, datados de 1833 a 1856. Naquela época, a poesia e o teatro eram os gêneros mais prestigiados e o romance era um gênero em processo de consolidação no Brasil. Assim, este artigo procura discutir as possibilidades de leitura de romance naquele contexto.

Texto completo:

PDF