REPRESENTAÇÕES DE LÍNGUA NO DIZER DE PROFESSORES BRASILEIROS DE LÍNGUA INGLESA

Lígia Francisco Arantes de Souza

Resumo


Pretendemos neste trabalho discutir, a partir do referencial teórico da Análise de Discurso, as representações de língua que emergem no dizer de professores brasileiros de línguas chamadas estrangeiras (como inglês, espanhol e francês). Analisaremos recortes discursivos selecionados de entrevistas orais com professores brasileiros de línguas ditas estrangeiras, buscando, na materialidade discursiva, traços da constituição identitária e da subjetividade destes professores no contexto da (pós-) modernidade. Acreditamos que aprender uma língua pode alterar a identidade do sujeito aprendiz, por isso, objetivamos com esta pesquisa, que se insere na Linguística Aplicada, na área de língua estrangeira, e mais especificamente na linha de pesquisa “subjetividade e identidade, desconstrução e psicanálise”; contribuir para a discussão na Linguística Aplicada, em torno da formação do professor de língua(s) dita(s) estrangeira(s), a partir da problematização das consequências do contato com uma língua dita estrangeira na identidade do sujeito.

Texto completo:

PDF