PRESENÇA DE APELIDOS EM CARTAS OBITUÁRIAS DE OURO PRETO E MARIANA-MG: DISTINÇÃO POR GÊNERO

Elisabeth Maria de Souza Camilo

Resumo


A onomástica, que estuda os antropônimos e os topônimos de uma língua bem como o estudo linguístico deles, requer métodos de pesquisa especiais já que há a necessidade de se aprofundar em temas pouco considerados no estudo da linguística. Enquanto autores clássicos avaliam nomes de família, graus de parentescos e origens histórico-geográficas de nomes de ruas e de cidades, outros subtemas parecem esquecidos. Dentro da dialetologia, vale ressaltar que é frequente a presença de apelidos ( também chamados de alcunhas ou pseudônimos) referentes à identificação de pessoas, do nascimento à morte das mesmas, ou também surgidos de eventos que ocorreram durante fases da vida de qualquer um. Esse trabalho estuda a relação entre o apelido e o gênero considerando como corpus anúncios fúnebres impressos e distribuídos nas cidades de Ouro Preto e Mariana-MG. Percebe-se neles uma distinção de tratamento entre homens e mulheres nesse campo.

Texto completo:

PDF