FOTOGRAFIAS (RE)VELADAS: O ÁLBUM DE FAMÍLIA EM CENA E ENCENA O TRÁGICO DO TEATRO RODRIGUIANO

Fernanda Maia Lyrio

Resumo


Resumo: A proposta apresentada visa a observar os aspectos do trágico na peça Álbum de Família (1945) à luz de estudiosos da dramaturgia de Nelson Rodrigues, como Eudinyr Fraga e Sábato Magaldi, e de críticos e ensaístas acerca da tragédia moderna, a citar Raymond Williams. Serão utilizados para essa análise aparatos críticos e teóricos das noções de tragicidade e de contextualização da obra no cenário nacional, apontando-se as apropriações que o dramaturgo brasileiro fez do gênero, principalmente no que concerne às inovações que ele propôs para que a noção de “trágico” ganhasse contornos mais singulares em sua obra.

Palavras-chave: Álbum de Família; Nelson Rodrigues; trágico; tragédia moderna.

Texto completo:

PDF