TRADUÇÃO DE PLATÃO: INFORMAL OU ERUDITA?

Osvaldo Neto Cunha

Resumo


Se por um lado os diálogos de Platão foram escritos com um grego relativamente coloquial e fluente do século V a.C , por outro, esses mesmos diálogos consolidam o início da Filosofia Ocidental - arraigada na precisão conceitual e em elaboradas reflexões acerca do homem e do cosmo como um todo. Em outras palavras, a questão que este texto propõe é: como traduzir diálogos que abarcam tanto informalismos próprios da linguagem dialogada, quanto reflexões e conceitos restritos ao campo da erudição?
Me limitarei a analisar o diálogo Protágoras mas, ainda que ele tenha vários exemplos que poderiam eventualmente ser usados em grande parte dos diálogos escritos por Platão, não tenho a pretensão de sugerir uma resposta definitiva para questão que proponho, para isso seria necessário, obviamente, incluir todos diálogos do filósofo na investigação.

Texto completo:

PDF