O texto literário como fonte para a História: Horácio como vestígio do passado

Camilla Ferreira Paulino da Silva

Resumo


 O objetivo desse artigo é o de discutir o uso do texto literário antigo na pesquisa histórica, a partir de alguns excertos das Epístolas e das Sátiras do poeta latino Quinto Horácio Flaco. Abordaremos, também, algumas discussões sobre o campo da Literatura e o da História, procurando aproximá-los e, ao mesmo tempo, diferenciá-los.

Palavras-chave


História de Roma. Literatura. Horácio.

Texto completo:

PDF

Referências


Fontes primárias impressas:

HORACIO. Arte poética. Tradução de Raul Miguel Rosado Fernandes. Lisboa: Editorial Inquérito, 1984.

HORACIO. Obras completas. Traduções de Elpino Duriense, José Agostinho de Macedo, Antônio Luiz de Seabra e Francisco Antônio Picot. São Paulo: Edições Cultura, 1941.

HORACIO. Sátiras. Tradução de Edna Ribeiro de Paiva. Niterói: UFF, 2013.

Obras gerais:

ANKESMIT, Franklin Rudolf. A escrita da história: a natureza da representação histórica. Tradução de Jonathan Menezes [et al.]. Londrina: Eduel, 2012.

BURKE, Peter. A escola dos Annales. Tradução de Nila Odália. São Paulo: Unesp, 1992.

BURKE, Peter. Testemunha ocular: história e imagem. Tradução de Maria Xavier dos Santos. Bauru: Edusc, 2004.

CARTROGA, Fernando. Os passos do homem como restolho do tempo: memória e fim da história. Coimbra: Almedina, 2009.

CHARAUDEAU, Patrick. Linguagem e discurso: modos de organização. Coordenação da equipe de tradução Angela M. S. Côrrea & Ida Lúcia Machado. São Paulo: Contexto, 2014.

CHARTIER, Roger. À beira da falésia: a história entre incertezas e inquietude. Tradução de Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: UFRGS, 2002.

CHARTIER, Roger. A história hoje: dúvidas, desafios, propostas. Estudos Históricos, v. 7, n. 13, p. 100-13, 1994.

DOSSE, François. A História. Tradução de Maria Elena Ortiz Assumpção. Bauru: Edusc, 2003.

FERREIRA, Antônio Celso. Literatura – A fonte fecunda. In: LUCA, Tania Regina de; PINSKY, Carla Bassanezi (Orgs.). O Historiador e suas fontes. São Paulo: Contexto, 2013. p. 61-92.

JOHNSON, William A. Readers and Reading Culture in High Roman Empire: a study of elite communities. Oxford: Oxford University, 2010.

LEITE, Leni Ribeiro. Difusão e recepção das obras literárias em Roma. In: SILVA, Gilvan Ventura da; LEITE, Leni Ribeiro. As múltiplas faces do discurso em Roma: textos, inscrições, imagens. Vitória: Edufes, 2013.

MAINGUENEAU, Dominique. O Discurso Literário. Tradução de Adail Sobral. São Paulo: Contexto, 2006.

MUNSLOW, Alan. Desconstruindo a História. Tradução de Renata Gaspar Nascimento. Petrópolis: Vozes, 2009.

OLIVA NETO, João Angelo. O livro de Catulo. São Paulo: Edusp, 1996.

SALLES, Catherine. Lire à Rome. Paris: Payot & Rivages, 1994.

SOUSA, Francisco Edi de Oliveira. Reflexos da recepção no texto literário latino a partir da Ars Poetica de Horácio. Revista de Letras, n. 23, vol.1/2, p. 27-32, 2001.

STARR, Raymond J. The Circulation of Literary Texts in the Roman World. The Classical Quarterly, v. 37, n. 1, p. 213-233, 1987.

WHITE, Peter. Meta-História: a imaginação histórica do século XIX. Tradução de Jose Laurenio de Melo. São Paulo: Edusp, 1995. [1ª edição: 1973]

WHITE, Peter. Trópicos do discurso: ensaios sobre a crítica da cultura. Tradução de Alípio Correia de Franca Neto. São Paulo: Edusp, 1994.

WINSBURY, Rex. The Roman Book. Londres: Gerald Duckworth & Co., 2009.