Ensino de latim e educação linguística: reflexão sobre materiais e método

João Batista Toledo Prado

Resumo


revisões críticas de métodos de ensino de línguas antigas têm-se tornado cada vez mais frequentes, em particular quando se trata do ensino de latim, cujos métodos mais recentes propõem atualizações formais e de estratégias didáticas, como, por exemplo, aqueles criados para funcionar em plataformas eletrônicas, instalados em microcomputadores ou acessíveis em sistemas on-line através da Internet, e os que pretendem empregar formulações didático-pedagógicas típicas do ensino de línguas modernas, como são os assim chamados métodos calcados na abordagem comunicativa do idioma. No Brasil e em particular na Unesp de Araraquara, o ensino de latim conta já há décadas, com propostas de descrição e ensino pautadas no aporte de idéias tomadas à Linguística saussureana e pós-saussureana, de que muito se têm beneficiado as línguas modernas, mas não, em geral, as línguas antigas, provavelmente devido a não mais serem atualizadas no presente. Após tantos anos de pesquisa e experimentação do método desenvolvido na FCL-Unesp de Araraquara, este texto proporá discutir alguns dos instrumentos que se mostraram relevantes e necessários para implementar um método de ensino de latim apoiado na formação linguística do candidato a latinista, como, por exemplo, a formulação de exercícios e de um dicionário adequados a esse tipo de enfoque e orientação.

Palavras-chave


Conceitos de linguística saussureana. Didática do latim. Metodologia de ensino. Normalização de enunciados. Dicionários de latim.

Texto completo:

PDF

Referências


PULEYO. Apologia o discurso sobre la magia en defensa propria (Apuleii apologia siue pro se de magia liber). Introducción, traducción y notas de Roberto Heredia Correa. Ciudad de México: UNAM, 2003 (Biblioteca Scriptorum Graecorum et Romanorum Mexicana).

BRUNO, H; DEZOTTI, J.D.; FIORIN, J.L.; LIMA, A.D.; PRADO, J.B.T. Latim: da fala à língua. Araraquara: FCL-UNESP, 1992.

CARVALHO, José G. Teoria da Linguagem. Natureza do Fenômeno Linguístico e a Análise das Línguas. Coimbra: Atlântida, 1973. Tomo II.

ERNOUT, A. Morphologie historique du latin. 3ème ed. revue et corrigée. Paris: Klincksieck, 1974.

GALLEGO MOYA, E. La enseñanza del latín en el Verdadero metodo de estudiar de Verney. In: E. CALDERÓN, E.; MORALES, A.; VALVERDE, M. (eds.). KOINOS LOGOS. Homenaje al profesor Jose Garcia Lopez. Murcia: Universidad de Murcia, Servicio de Publicaciones, 2006. 2 v. p. 237-246. v. 1.

GREIMAS, A.; COURTÉS, A. Dicionário de Semiótica. Trad. A. D. Lima et al. São Paulo: Cultrix, 1983.

LIMA, A. D. Uma estranha língua? Questões de linguagem de método. São Paulo: EdUNESP, 1995.

PHAEDRUS. Fabulae Aesopiae Phaedri Augusti Liberti Liber Fabularum. A. Guaglianone (ed.), 1969. In: PHI 5.3. Latin texts and Bible versions. The Packard Humanities Institute, 1991. CD-ROM.

PRADO, J.B.T. Língua Latina I - Anotações de aula. Araraquara: FCL-UNESP, 2007 (versão 2.2: texto em meio digital).

PRADO, J.B.T. El sistema pronominal latino: su descripción y cómo enseñarlo. In: SALAS, O. D. A; VALENCIA, A. V. (Org.). Cultura clássica y su tradición: balance y perspectivas actuales. Cidade do México: Universidad Nacional Autónoma de México, 2013, v. 1, p. 427-438.