A DEFINIÇÃO DE AFASIA COMO PROBLEMA DE METALINGUAGEM:

Carolina Barbosa HEBLING

Resumo


A noção de metalinguagem foi incorporada aos estudos afasiológicos por Jakobson que definiu o déficit afásico de operar com unidades lingüísticas como a “perda da capacidade de realizar operações metalingüísticas???(1954/60). Para Lebrun (1983), essa definição forneceria melhores contornos explicativos na reflexão sobre o fenômeno afásico, antes considerado um problema de linguagem interna ou de pensamento categorial. Apresentamos aqui uma reflexão abreviada acerca da complexa relação entre os dois conceitos, afasia e metalinguagem, restringindo-nos ao enfoque (lingüístico) pioneiro presente na obra de Jakobson. Nosso intuito é chamar a atenção para algumas conseqüências derivadas do peso epistemológico da noção de metalinguagem na compreensão do fenômeno afásico e para o esforço teórico particular de Jakobson cujas idéias sobre o tema explicações abriram caminho para importantes reflexões teóricas subseqüentes com respeito às patologias da fala a partir de uma abordagem dos estudos da linguagem.

Texto completo:

PDF