Fastos I e as Metamorfoses: uma aproximação possível

Raquel Faustino

Resumo


Em todas as obras do poeta Ovídio podemos encontrar referências à mitologia greco-romana, essa presença é ainda mais forte na obra Metamorfoses, que reúne diversos episódios mitológicos sob um único tema: a mutação. Em seu poema-calendário, os Fastos, o poeta também recorre à mitologia para explicar a origem de algumas celebrações e costumes romanos da antiguidade clássica. Este artigo pretende apontar alguns aspectos da composição dessas duas obras que fazem com que uma aproximação entre ambas seja possível, principalmente no que diz respeito a alguns mitos que estão presentes tanto no livro I dos Fastos quanto nas Metamorfoses.

Texto completo:

PDF