A Garotinha e o Touro: os efeitos de sentido da estátua Fearless Girl

Rosana Cristina Gimael

Resumo


Este trabalho objetiva investigar os efeitos de sentido de uma estátua no que tangem à representatividade feminina, tendo em vista a equidade de gêneros no mercado de trabalho. O  corpus escolhido foi a estátua Fearless Girl, instalada em 07 de março de 2017, na praça de Wall Street, em N.York, por ocasião da comemoração do Dia Internacional da Mulher. Estratégia de uma campanha publicitária para chamar a atenção para o poder de liderança das mulheres no mercado financeiro, a estátua provocou grande repercussão no mundo todo, em diversas plataformas midiáticas. Na busca de compreender como um objeto simbólico em sua materialidade significante produz sentidos, foram  utilizados os procedimentos teórico-metodológicos  da Análise de Discurso (AD),  de orientação francesa. Os resultados deste estudo sinalizam uma (re)significação de sentidos,  por meio do gesto de leitura no confronto da  “Garota sem Medo” com a escultura do touro em posição de ataque, o Charging Bull -  ícone americano da agressividade do mercado financeiro e da prosperidade do capitalismo -, em um dos mais importantes centros financeiros do planeta. Depreendemos com esta análise que os discursos veiculados se irrompem a partir das “redes de memória e dos trajetos sociais” (PÊCHEUX, 1997), provocando um “furo” enquanto acontecimento discursivo. Enunciações filiadas nas redes de memória que, dadas as condições sociais, históricas e políticas, se inscrevem com certos efeitos de sentido e não com outros. 


Palavras-chave


Publicidade;análise de discurso;fearless girl

Texto completo:

PDF


Indexadores: